InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Últimos assuntos
» [Parceria] Naruto Survival RPG
por Survival Dom Jun 18, 2017 3:43 pm

» ~REVIVE O FÓRUM ADM GOSTOSÃO~
por Archer Dom Jan 29, 2017 12:28 pm

» [parceria] Pokemon Imperial RPG
por misakichan Sab Dez 31, 2016 10:04 am

» [Parceria] RPG HAJIME NARUTO!
por Melkor Sex Set 23, 2016 4:02 pm

» [Parceria] Naruto SP
por Pawafuro Nara Seg Jun 20, 2016 5:52 pm

» Judeau Sinariel
por Judeau Sinariel Qua Abr 27, 2016 6:22 pm

» No Exit
por Hendrik Kaiser Sab Mar 26, 2016 7:19 pm

» [Parceria] Naruto - Eternal Ninja
por Illumi Seg Mar 14, 2016 12:17 am

» [Ficha] Brahma (EM PROGRESSO)
por Brahma Dom Fev 28, 2016 11:03 pm

» Petter — Template
por Hendrik Kaiser Ter Fev 23, 2016 6:31 pm

» Criação de Técnicas
por Drako Seg Fev 22, 2016 7:40 pm

» Que comece a caçada!
por GM.Dragon Dom Fev 21, 2016 7:48 pm

» Invasão de Aventuras
por GM.Dragon Sab Fev 20, 2016 9:05 am

» Cynthia Malick
por GM.Dragon Sex Fev 19, 2016 9:42 pm

» Cynthia Malick
por GM.Dragon Sex Fev 19, 2016 9:41 pm

Evento
A torre misteriosa



Progresso:
0/50
Boss:
Desc
Criaturas Abatidas:
0
Players Derrotados:
0
Bônus Atual:
50% EXP
Parcerias

















Pokémon RealForce

Pokémon RealForce
Fórum grátis Dragon Dreams


Compartilhe | 
 

 O caminho do guerreiro caçador

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Phelipe

avatar



MensagemAssunto: O caminho do guerreiro caçador   Ter Fev 02, 2016 6:35 pm

O caminho do guerreiro caçador

Aqui ocorrerá a aventura de Cleiton!



Objetivos: Comprar um arco e flecha, caçar um monstro, aprender mais sobre furtividade e a notomia bestial, aprender mais pericia com espadas e rastreamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cleitin

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Ter Fev 02, 2016 7:56 pm

Cleiton mais uma vez andava pelas ruas de Lunaria, a primeira coisa que fazia era parar e respirar fundo animado com mais um belo dia que se abria em sua presença, com sorte seria um dia tão lucrativo quanto o anterior e até mesmo melhor, começava fazendo alguns alongamentos básicos, esticando os seus braços e flexionando suas pernas, e começava a correr um pouco pela cidade, para começar o dia animado, procuraria andar por mais ou menos trinta minutos, enquanto corria tentava controlar sua respiração para não se cansar muito, sem se importar com o suor e também com o cansaço iria correr não muito rápido, afinal queria apenas treinar suas pernas um pouco, não se esforçava muito por que ainda estava um pouco dolorido por causa das lutas da noite anterior, mas um tanto feliz, com um sorriso no rosto caminhava calmamente, estava perdido em seus pensamentos, lembrando do que havia feito e também dos seus mais novos amigos, Maycon salvara sua vida e Sakura havia mostrado algum interesse no mesmo, o que o alegrava muito, embora não tivesse nada além de amizade, só de ter amigos já era algo consideravelmente bom para um guerreiro.

Ainda pensando em Sakura o jovem ia até um local isolado e começava a fazer dez flexões, procurando colocar o máximo que podia de força nos braços, a primeira secção era feita de forma boa e tranquila, logo após executar descansava por um minuto, e voltava a fazer dessa vez, seus braços começavam a reclamar, seus músculos ardiam, sua respiração começava ficar mais pesada e ofegante, enquanto seu peito doía de leve, descansava mais um minuto sentando-se no chão, enquanto procurava se acalmar um pouco, seu rosto e a parte superior de seu corpo estavam suados e quentes, o que era um tanto incomodo, mas sem desanimar ia e fazia as ultimas flexões desta vez além dos seus músculos próximo a suas axilas também doía de forma incomoda como se fossem romper, por esse motivo o jovem terminava os exercícios matinais apenas com aquilo e ia na direção de algum bebedouro para beber agua e se refrescar.

-- Foi uma boa aventura essa, mas tenho que focar minha mente nos meus objetivos atuais, eu sou forte, mas preciso ficar ainda mais forte, ou poderei não ser o homem mais forte do mundo. Como meu professor dizia, até mesmo a melhor espada do mundo enferruja se não for cuidada, então treine e se exercite, cace e lute sempre que poder, ajude seu corpo e seu corpo ira lhe ajudar.

O jovem então aumentava o seu sorriso e começava a procurar por uma biblioteca, precisava aprender mais e sabia um local perfeito para aprendizado, a biblioteca, por esse motivo começava a procurar uma pela cidade, se fosse preciso andaria a cidade toda e também perguntaria para as pessoas aonde poderia achar uma, estava feliz e também muito animado com a ideia de uma nova aventura ainda mais emocionante que a anterior.

-- Tenho que aprender o que for possível sobre alguns monstros que possam existir nas redondezas e com eles ganhar ainda mais experiência em combate.

Cleiton pensava enquanto corria até a biblioteca, o seu estomago estava um tanto quanto embrulhado por causa da ansiedade e de tempos em tempos acabava pensando um pouco em Sakura, afinal a mesma era muito bonita e também muito gentil, mas quando percebia que ia se perder em seus pensamentos novamente, voltava a se focar em ficar mais forte.

- Como dizia meu antigo mestre, se quer ficar forte, derrote os mais fortes, se quer melhorar na luta, deve lutar, se quer melhorar no assassinato deve matar, assim que um grande guerreiro deve fazer para vencer.

O jovem sussurrava para si mesmo, enquanto lembrava do seus treinamentos e aprendizados antigos.

Caso achasse a biblioteca, já procuraria uma atendente ou bibliotecária e pediria um livro que lhe pode-se falar um pouco sobre os monstros que poderiam viver próximos a cidade e caso ela teria livros sobre a anatomia deles, caso a moça não quisesse o fazer ofereceria cinco moedas de ouro para a mesma tentando comprar os serviços dela de forma barata. Na hipótese de conseguir os livros pegaria o que mais chamasse a atenção, em seu tamanho e aparência o quanto mais antigo melhor, e começaria a ler ele com atenção procurando aprender sobre seus próximos alvos.

-- Hora de alimentar minha inteligência, que a leitura abra um caminho novo para o meu futuro.


Ficha

- Fala.
-- Pensamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Drako

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Ter Fev 02, 2016 9:54 pm


Cleiton tinha acordado animado naquele dia. Logo pela manhã já estava se alongando para começar uma maratona de exercícios físicos para ficar cada vez mais forte. As ruas de Lunaria já estavam movimentadas, e o clima era dos melhores naquele momento. Desejava ter um dia lucrativo como o que tinha ocorrido anteriormente. Iniciou seus exercícios caminhando e posteriormente com uma corrida. Tentava não se esforçar muito por conta dos músculos doloridos por conta da briga que tinha ocorrido no bar do Maycon. Seus pensamentos logo o levaram para as amizades que tinha feito, e principalmente para a bela Sakura. Foi para um local mais isolado da cidade, para poder terminar seus exercícios. O local era uma praça abandonada, e foi lá que ele realizou várias flexões. O garoto ficou todo suado, seus músculos estavam inchados, quentes e doloridos por conta daquela manhã atlética.

Apesar de Cleiton ter tentado achar algum lugar público para poder beber água e se refrescar, não teve êxito. Possivelmente ele teria que desembolsar alguma grama para poder aliviar a sua sede, talvez algum bar fosse mais apropriado. Mas o seu objetivo era achar uma biblioteca onde pudesse obter conhecimento. Começou andando por toda a cidade a procura de uma, e em seu pensamento, frases de seu mestre davam força ao seu sonho de um dia ser forte. Ao andar mais um pouco pelas ruas movimentadas de Lunaria acabou se deparando com uma CASA de madeira e pintada de branca com uma enorme placa escrito “Biblioteca e Taverna da Rose”.

Ao adentrar no local ele logo viu uma placa onde era cobrado 1 de ouro para usar a biblioteca. Ele pagou a quantia a uma velha loira que estava atrás de um balcão e que o cumprimentou quando ele abriu a porta.

Rose –Olá jovem senhor todo suado! Obrigado por visitar minha biblioteca, eu sou a Rose. Aqui na parte de baixo fica a taverna onde sirvo dos melhores chás mesclados com bebidas alcoólicas. A biblioteca é na parte de cima, só subir essas escadas.

Cleiton pode perceber que na parte de baixo realmente só tinha bebidas. Os livros que estavam por lá, eram lidos por algum dos clientes da Rose que aproveitavam para beber um de seus chás. O garoto perguntou a Rose sobre um livro em que pudesse aprender sobre os monstros, e imediatamente ela respondeu.

Rose –Lá em cima tem várias edições do Guia de Criaturas Mágicas, só pegar um.

Cleiton subiu as escadas e se deparou com uma sala cheia de livros. Algumas pessoas se encontravam no local lendo em poltronas, que tinham em grande número no ambiente para os clientes ficarem confortáveis. O garoto logo viu a seção de criaturas mágicas e pegou uma edição do livro que Rose tinha indicado. Sem ao menos se sentar o garoto começou a ler. Ele estava determinado a ganhar conhecimento, e ser cada vez mais uma pessoa forte.

Passou algum tempo lendo aquele livro, até que suas pernas sentiram o cansaço por ficar muito tempo em pé. Será que já seria o suficiente para Cleiton prosseguir com a sua aventura? Ou ele desejaria mais conhecimento?
Mini Ficha:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cleitin

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Qua Fev 03, 2016 11:35 am

Cleiton procurava uma poltrona vazia e então sentava, nela ele analisaria os possíveis monstros que poderia enfrentar ao redor do local, e por ser próximo demais de uma cidade e humanos, acabou escolhendo e analisando um pequeno grupo, até que se deparava por uma criatura que ao mesmo tempo que era safada e nojenta, também era muito corajosa por ficar na cidade, o jovem ficava perplexo com aquela informação.

Citação :
Descrição: Duendes são criaturas desprezíveis e gananciosas que atingem até meio metro de altura, você geralmente vai velos roubando dinheiro, joias ou coisas valiosas de alguma casa. Furtivos e ágeis os Duendes são um dos maiores problemas para os civis. Duendes vivem em pequenas aldeias em meio a pântanos, ou em locais de difícil acesso, suas aldeias estão sempre repletas de ouro e grande variedade de objetos mágicos e valiosos, mas muito cuidado ao invadir uma aldeia de Duende, é uma coisa extremamente perigosa e constantemente acaba em morte.

-- Os safados tem a coragem entrar na cidade para roubar? A partir de hoje prestarei mais atenção se consigo ver algum desses safados roubando por ai, criaturas desprezíveis, concordo com esse livro, até o local aonde vivem é desprezível.

Logo após o nervosismo inicial por causa dos duendes passar, voltava a estudar outras possíveis criaturas, então ele encontrava os goblins estes costumam morar próximo as cidades, então tem grande chance de eu conseguir achar um deles, após um tempo analisando o local, acredito que irei caçar esse mesmo, mas ainda assim continuava lendo sobre os monstros.

-- Seria bom conseguir uma fada ou um cavalo alado, são monstros incríveis, acredito que caçar um goblin não será problema, afinal sou o homem mais forte do mundo, mas ainda assim eles poderão me dar um pouco de diversão oferecendo alguma resistência.

Após decidir sobre esses três monstro ia até as estantes e procurava algum livro que lhe ajudasse, a saber, as fraquezas dos monstros, assim como sua anatomia, procuraria saber o máximo que pudesse sobre eles, após estudar o máximo que conseguisse sobre eles iria descer até o bar de Rose e falaria com ela:

- Olá dona Rose, eu gostaria de uma garrafa de sua bebida mais fraca por favor, não quero nada muito alcoólico e também gostaria de comida para poder levar em uma viagem, você teria por favor?

Após comprar e pagar a moça iria sair para a cidade, e começaria a ir na direção a loja de armas que havia visitado na noite anterior, onde pretendia comprar um arco, compraria o mais barato que achasse, após efetuada a compra voltaria para Lunaria.

Logo após comprar o arco iria procurar uma loja de equipamentos e compraria também uma aljava com flechas do vendedor logo após fazer isso iria embora na direção da floresta, carregando o seu arco em suas costas junto da aljava com as flechas e sua espada manteria ao lado de sua cintura.

Quando chegasse na floresta, procuraria andar de modo furtivo, prestando muita atenção aonde pisaria evitando folhas e galhos secos, quais poderiam entregar a sua localização e também prestaria atenção ao seu redor olhando para os animais e para as possíveis criaturas que poderiam estar lá, tentaria ficar atento para não ser atacado despercebido e nem ser visto por animal ou criatura, tentaria até controlar sua respiração para a fazer de forma calma e tranquila, para não entregar sua presença.

-- E hora de caçar, tomando o máximo de cuidado possível, afinal o homem mais forte do mundo não pode morrer em um lugar desses.

A ideia de uma caçada deixava o jovem muito feliz, mas ainda assim procurava se controlar o máximo possível, ele estava bastante ansioso para poder testar suas habilidades em algum monstro, mas não deixava essa ansiedade o atrapalhar ou o entregar.


Ficha

- Fala.
-- Pensamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Drako

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Qua Fev 03, 2016 10:18 pm


Cleiton decidiu sentar em uma das poltronas vazias, e continuar a avaliar as criaturas para saber qual seria a melhor para caçar. Leu sobre varias criaturas, mas ficou revoltado com tamanha ousadia que os duendes tinham em relação à civilização. Outros seres mágicos entraram na sua lista de preferência como os goblins, cavalos alados e fadas. Após ler o guia, decidiu que deveria ler outro livro, só que relacionado à anatomia das criaturas que queria caçar. Achou um dos muitos livros relacionados com esse assunto, e foi ganhar mais conhecimento.

Cleiton depois de algum tempo de leitura decidiu que o conhecimento que ele havia obtido já era o suficiente para iniciar sua caçada. O relógio que estava na sala já marcava 12:00 horas, a barriga do garoto já roncava de fome, e sua garganta “gritava” por algum liquido. Seu suor já estava seco, e seus músculos pareciam estar descansados. Ele desceu as escadas e foi para o bar da Rose, fazendo imediatamente pedidos de suas necessidades momentâneas. A dona do local trouxe os produtos e lhe entregou dizendo:

Rose –Pegue aqui esse embrulho e essa garrafa. No embrulho contem 4 sanduíches que vão lhe custar 5 de ouro e a garrafa de vidro com 2 litros de água vai ficar por 2 de ouro.

Cleiton pagou a velha e voltou para as ruas de Lunaria. Agora seu destino seria comprar um arco e depois as flechas. Não foi difícil achar uma loja de armas para que pudesse realizar as suas compras, e como estava com o dinheiro necessário para os objetos, foi fácil concretizar o negócio.  O próximo passo foi partir em direção a floresta que era perto de Lunaria. Demorou algum tempo andando, mas logo alcançou o seus destino.

Já dentro da floresta ele tentava se manter ao máximo em seu modo furtivo. Tinha bastante cuidado para não revelar a sua posição. Ele foi adentrando cada vez mais na floresta, entretanto não conseguiu ver nenhuma criatura mágica. Vislumbrou apenas alguns animais pequenos; como esquilos, pássaros, sapos e etc. Enquanto andava, algo lhe chamou a sua atenção, pois não tinha como não notar. Em uma árvore comum, tinha uma mancha de sangue. Cleiton poderia perceber logo depois que alguns pingos de sangue também estavam no chão. De quem seria aquele sangue? Cleiton iria parar a sua caçada para investigar?
Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cleitin

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Qua Fev 03, 2016 11:21 pm

Ao se deparar com um possível oponente, por alguns segundos o jovem lembrava de seu treinamento, e tinha um pequeno flashback de seu mestre lhe ensinando um pouco sobre as batalhas e sobre o caminho da espada.

-- Não importa se você é bom ou mal, as espadas tem apenas um caminho o da morte, seja a sua ou a de seu oponente, sempre terminara na morte de alguém, por esse motivo sempre que lutar lembre-se disso, a outra pessoa não quer morrer assim como você não quer, o mesmo vale para os monstros, então lute com o máximo de si e no final mesmo que morto poderá sentir orgulho de si mesmo pelos últimos segundos de sua vida. Lembre-se também não existe honra nas batalhas como as pessoas falam por ai, no final um morrera você acha que alguém morto tem honra? Tudo o que consegue com os combates são mortes se você conseguir se lembrar dessas coisas talvez fique vivo por mais de um dia.

Cleiton sentia uma lagrima escorrer de um de seus olhos lembrando das duras horas de treinamento então com um sorriso falava:

- Porcaria velho, você sempre falava como se não soubesse que seu aluno é o homem mais forte do mundo.

Depois de um pequeno momento de dor, voltava a se concentrar no local que estava a sua frente, possivelmente uma cena de assassinato ou até mesmo da tentativa de um.

Cleitin ao ver a mancha de sangue na árvore se assustava um pouco, mas logo se acalmava e começava a analisar toda a situação procurando sinais de combate, caso os conseguisse ver saberia se foi um assassinato rápido ou se havia sido um combate selvagem, com essas respostas teria mais pistas sobre o que estaria caçando ou o que poderia estar me caçando, com isso ele procuraria também analisar acima da árvore, para ver se via algo preso ou até mesmo o possível caçador tentando montar uma emboscada, e depois ao redor próximo da mesma, ao ver os pingos de sangue tentaria voltar a andar seguindo eles, sempre tentando andar sem fazer barulhos e nem chamar a atenção, mantendo seus ouvidos de pé para qualquer barulho, enquanto sacava o seu arco e andava com ele armado com uma flecha no gatilho procurando por pistas sobre o corpo da vitima e também do assassino.

-- Se a tem sangue uma coisa é certa ouve luta aqui, agora é procurar sinais da mesma, o problema é que não sei se o sangue é humano, de monstro ou animal, mas de toda forma tento que tomar cuidado e me prevenir contra algum ataque, afinal eu ainda não sei o que tem dentro desta floresta. Pelo que me lembro do livro pode acabar se tratando de um Duende, ou de um goblin, mas pode ser algo mais perigoso ainda como Golem ou Wyvern, bom seja o que for, ele não devera ser um problema para o homem mais forte do mundo.

Os pensamentos do jovem o levavam a lembrar das criaturas que havia analisado, mas com um pequeno suspiro voltava a se concentrar na caçada, afinal não iria conseguir fazer muita coisa apenas vendo uma pequena mancha de sangue, tentaria seguir os rastros de forma tranquila e furtiva, caso visse algum monstro iria se esconder atrás de uma árvore, e o analisar buscando informações baseado no que havia aprendido sobre eles com os livros na biblioteca.

No caso de ser atacado procuraria dar um salto para trás cuidando para não acertar nenhuma árvore ou outra coisa que pudesse lhe atrapalhar (tocos, pedras, árvores) e então disparar a flecha que estava armada no arco, logo em seguida soltaria o arco e sacaria sua espada, então partiria para o corpo a corpo começando com uma pequena corrida em linha reta, pararia a mais ou menos um metro do oponente e tentaria acertar um golpe transversal de baixo para cima caso fosse um monstro, e quando fosse atacado, tentaria bloquear o golpe aparando o mesmo com a lamina de sua arma, nisso avaliaria o seu oponente buscando fraquezas no mesmo.

Caso fosse atacado por um humano apenas tentaria aparar os movimentos usando a lamina de sua espada como escudo enquanto falaria:

- Ei por que esta me atacando? Não sou seu oponente, vamos conversar e decidir isso de forma pacifica.

E tentaria conversar com a pessoa na tentativa de evitar uma briga, afinal desejava caçar e matar monstros e não pessoas.



Ficha

- Fala.
-- Pensamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Drako

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Qui Fev 04, 2016 5:08 am


Cleiton ao ver a mancha de sangue ficou em alerta para combater um possível oponente. Ele acabou tendo uma lembrança que o fez sentir saudade, chegando até escorrer uma lagrima de seus olhos.  O garoto começou a verificar em todos os cantos daquela área se podia existir mais alguma pista, ou até mesmo um inimigo. Mas não encontrou nada, havia apenas a mancha de sangue na árvore e os pingos ao chão. Ele decidiu que iria seguir as gotas rubras, aparentemente desistindo da sua caçada de achar imediatamente as criaturas. Ia tentando fazer o menor barulho possível, e ficava em alerta para escutar qualquer barulho estranho que pudesse soar.

Andou mais de 5 minutos seguindo as gostas de sangue. Elas tinham diminuído o volume, aparentemente tentaram estancar o ferimento. Cleiton continuava a segui-las, mas seu arco estava armado com uma flecha de madeira, pronta para ser disparada se houvesse algum perigo. O garoto pensou no livro que tinha lido pela manha, o que fez lembrar como uma forma de instinto a necessidade de comer que ainda habitava a sua barriga e a sede na sua garganta. Tinha horas que ele não tinha se alimentado e nem se hidratado, e os exercícios que tinha feito era o grande motivo de ter elevado seu grau de necessidade. Enquanto Cleiton sentia essa fome e sede, pode ouvir de repente um som estranho.

-Ahhhh, ahhhhhh!

Era uma espécie de gemido com lamento. Quando Cleiton olhou para o lugar de onde originava o som, que eram 35 metros de distância de onde ele estava, teve uma grande surpresa. Uma garota estava caída ao chão, e tinha sangue em sua vestimenta na parte superior. Apesar de estar emitindo o som, a garota parecia estar desmaiada e delirando, provavelmente devido ao ferimento. Fora o gemido da garota, apenas era possível ouvir os sons dos pássaros e do vento agitando normalmente as árvores. Parecia que Cleiton tinha encontrado algo que não esperava.
Imagem da garota:
 

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cleitin

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Qui Fev 04, 2016 11:42 am

A primeira coisa que fazia era beber um pouco de água e comia um sanduiche que havia comprado, apreciava o sabor apesar de mastigar de forma rápida, guardaria mais ou menos um litro e 200 de água e os outros três sanduiches para mais tarde.

Cleiton não conseguia se segurar e dava um sorriso sínico, aquela jovem ali só podia ser uma armadilha, mas de quem ou do que? Com certeza não é uma musa afinal ela já teria sido sugada para a terra, o jovem então começava a analisar o local aonde a garota estava,  uma coisa era muito estranha para o jovem, como a garota havia emitido som se estava desacordada, ela teria emitido o som antes ou o assassino estava querendo usar ela como isca? Além da jovem não conseguia ouvir mais som algum além do da natureza, olhava para trás de si procurando ver se não estava sendo seguido ou vigiado.

- É hora de bancar o herói.

-- E bom o maldito que fez isso aparecer logo, não quero ficar esperando esse covarde.  Mas de toda forma estou em apuros, se ela não for a vilã e uma isca, e em um caso pior tem algo ainda mais forte que atacou o assassino obrigando ele a deixar sua presa para trás.

- Não importa o quanto eu pense não irei chegar a lugar nenhum, se for para morrer é melhor morrer como um herói.

O jovem começava a rir baixo mas um tanto quanto descontrolado, depois então dava um suspiro e colocava seu arco nas costas mas uma das flechas o jovem colocava em sua boca entre os dentes mordendo a mesma, enquanto ia até a jovem chegando lá ficaria atento a qualquer movimento nem que fosse do vento ao seu redor e iria analisar a ferida dela, enquanto rasgaria a blusa da garota na área de sua barriga e tentaria fazer um curativo no ferimento usando o pano, enquanto jogaria um pouco de sua agua no rosto da jovem.

- Ei vamos acordando, preciso saber o que atacou você.

Caso fosse atacado pela garota, sem pensar duas vezes tentaria agarrar os braços dela e prender a mesma, enquanto falaria com ela sobre o por que de estar me atacando e o que havia machucado ela. Caso fosse atacado por outra criatura na mesma hora tentaria pegar a flecha que estava na sua boca e jogaria na direção da criatura para a confundir, depois se levantaria e sacaria sua espada indo em direção ao monstro correndo quando iria tentar o cortar fazendo um rápido movimento com sua espada na mão direita, iria cortar de baixo para cima na diagonal, mirando acertar o estomago e o peito.


Ficha

- Fala.
-- Pensamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Drako

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Qui Fev 04, 2016 10:19 pm


Cleiton quando se deparou com a jovem ensanguentada, tirou um tempo para beber água e comer um dos seus sanduiches. Ele acreditava que tudo aquilo se passava de uma armadilha, mas sequer imaginava de quem seria. Após se fazer vários questionamentos sobre aquilo, o garoto percebeu que teria que agir de qualquer forma. Colocou seu arco nas suas costas e a flecha deixou presa em sua boca. Foi se aproximando cada vez mais da aparente vitima, e em nenhum momento não ocorreu nada que o Cleiton não esperava. Quando chegou próximo da garota, analisou a ferida da mesma. Ela estava com um pano por cima que estava quase todo vermelho por conta do seu sangue. A ferida ainda estava aberta, mas saía só um pouco de sangue de lá. Cleiton também pode perceber que ela estava pálida, mas apesar disso ainda podia ser percebido que ela respirava. Ele rasgou parte da roupa de cima da garota para tentar fazer um curativo, porém ele não demonstrou nenhuma técnica, não surtindo nenhum efeito. Posteriormente jogou um pouco da sua água no rosto da garota, a fim de tentar acordá-la.

Cleiton falou com a jovem ferida querendo saber quem tinha feito aquilo. Como ele tinha uma flecha em sua boca, ela acabou caindo no chão. Foi nesse momento que ele pode perceber que tinha uma calcinha rasgada ao lado da flecha. Por instinto ele olharia para a parte de baixo da garota que estava vestindo uma saia verde de algodão. Ele perceberia que tinha mancha de um liquido na área da vagina dela. Não tinha certeza do que seria, talvez água ou sangue, mas poderia ser algo diferente. Quando voltou a olhar para o rosto da garota ele pode perceber que seus olhos estavam abertos e em um momento de força ela disse:

Garota –Me tire daqui! Me salve deles!

Depois dessas palavras a garota acabou desmaiando. O que Cleiton faria? Aparentemente a garota não iria durar muito.
Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cleitin

avatar



MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   Sex Fev 05, 2016 5:31 pm

- Não fale mais nada, tente poupar suas energias.

O jovem falava para a garota, tentando fazer com que ela não se esforçasse o que poderia piorar o estado dela, estava preocupado com a mesma, ainda mais depois do que havia acontecido com ela, o coração de Cleitin doía de pena, não conseguia acreditar que haviam feito tamanha barbaridade com uma moça tão bonita, aquilo havia sido longe de mais, até mesmo para um monstro, dessa vez as criaturas passaram do limite.

-- Uma criatura que comete tal atrocidade, não merecem piedade, eles merecem um destino pior do que a morte, e é meu dever como homem garantir isso para ela.

O jovem ao perceber a situação ficava nervoso na mesma hora, primeiramente analisava o local a sua volta e procurava ver se tinha algum oponente no local, depois de saber que aquela jovem havia sido molestada e violentada de forma cruel e selvagem, demonstrava sua raiva, rangendo seus dentes ele procurava coloca seu arco no chão e uma flecha em sua boca, logo tentava jogar a jovem por cima de seus ombros, enquanto pegava seu arco com a mão esquerda, e começava a correr pelo caminho que havia vindo, não havia demorado muito com sorte conseguiria salvar  a jovem garota sem muitos problemas, ele não podia deixar ela morrer mas sabia de uma coisa ia fazer os malditos que fizeram aquilo pagar.

- Não se preocupe eu vou salvar você, apenas tente se segurar em mim.

-- Eu tenho que os fazer pagar, ou não vou conseguir ficar em paz comigo mesmo com certeza é trabalho de um goblin ou um goblin cinzento, vermes malditos.

Corria com todas suas forças na direção da cidade, caso fosse atacado procuraria colocar a jovem no chão e na mesma hora tentar acertar os oponentes mirando os seus pescoços e pernas, sempre ficando atento ao redor para não ser emboscado pelos vermes, caso fosse atacado soltaria seu arco e então pegaria sua espada e com ela tentaria bloquear os movimentos, cuidando da jovem garota.

- Seus malditos como ousam machucar ela? O que ela fez para vocês seus vermes?

Caso não conseguisse eliminar os oponentes com suas flechas iria para cima deles com sua espada segurando a mesma com as duas mãos, no mais próximo miraria um corte horizontal tentando inutilizar as pernas dele, mirando nos músculos da coxa em seguida iria para o segundo oponente caso houvesse , o qual miraria e tentaria dar uma estocada na barriga e depois outra no rosto da criatura.

Em caso de ser atacado procuraria recuar correndo entre as árvores para confundir seus perseguidores, ao mesmo tempo que mantinha seus olhos na garota, também iria usar a lamina de sua espada para tentar bloquear os movimentos.


Ficha

- Fala.
-- Pensamento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O caminho do guerreiro caçador   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O caminho do guerreiro caçador
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O caminho até o condado
» [Treinamento] - Caçador de Recompensas
» PARA ELE SUMIR DA MINHA VIDA URGENTE (oraçao para tirar alguem do nosso caminho)
» [RM2k3] 1HP - O guerreiro de 1HP só
» Valeren

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Reino da Magia :: MUNDO :: Lunaria :: Aventuras-
Ir para: