InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Últimos assuntos
» [Parceria] Naruto Survival RPG
por Survival Dom Jun 18, 2017 3:43 pm

» ~REVIVE O FÓRUM ADM GOSTOSÃO~
por Archer Dom Jan 29, 2017 12:28 pm

» [parceria] Pokemon Imperial RPG
por misakichan Sab Dez 31, 2016 10:04 am

» [Parceria] RPG HAJIME NARUTO!
por Melkor Sex Set 23, 2016 4:02 pm

» [Parceria] Naruto SP
por Pawafuro Nara Seg Jun 20, 2016 5:52 pm

» Judeau Sinariel
por Judeau Sinariel Qua Abr 27, 2016 6:22 pm

» No Exit
por Hendrik Kaiser Sab Mar 26, 2016 7:19 pm

» [Parceria] Naruto - Eternal Ninja
por Illumi Seg Mar 14, 2016 12:17 am

» [Ficha] Brahma (EM PROGRESSO)
por Brahma Dom Fev 28, 2016 11:03 pm

» Petter — Template
por Hendrik Kaiser Ter Fev 23, 2016 6:31 pm

» Criação de Técnicas
por Drako Seg Fev 22, 2016 7:40 pm

» Que comece a caçada!
por GM.Dragon Dom Fev 21, 2016 7:48 pm

» Invasão de Aventuras
por GM.Dragon Sab Fev 20, 2016 9:05 am

» Cynthia Malick
por GM.Dragon Sex Fev 19, 2016 9:42 pm

» Cynthia Malick
por GM.Dragon Sex Fev 19, 2016 9:41 pm

Evento
A torre misteriosa



Progresso:
0/50
Boss:
Desc
Criaturas Abatidas:
0
Players Derrotados:
0
Bônus Atual:
50% EXP
Parcerias

















Pokémon RealForce

Pokémon RealForce
Fórum grátis Dragon Dreams


Compartilhe | 
 

 Something Wicked [Tutorial]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Phelipe

avatar



MensagemAssunto: Something Wicked [Tutorial]   Qui Jan 21, 2016 8:28 pm

Something Wicked

Aqui ocorrerá a aventura de Minki Green!



Objetivos:
- Evoluir
- Dinheiro
- Habilidades
- Aprender sobre o RPG
- Reputação
- Entre outros
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Sex Jan 22, 2016 9:07 pm

Something Wicked

Estava claro do lado de fora, Aura parecia bastante agitada, porem com um clima estável. Eu olhava pela janela, avistando os comerciantes trafegando pela rua principal, pareciam pouco se importar para meu restaurante velho, semelhante a uma casa abandonada. Eu estava entediada de passar meus dias completamente parada, esperando algum cliente, que raramente aparecia para comer ou tomar um bom copo de cerveja.
Acabo de fazer 19 anos, comendo qualquer coisa, me divertindo com bobeiras e vendendo pouco, talvez essa seja a hora de honrar o nome de minha família, meus pais e irmãos Animorfos que foram cruelmente mortos por um bastardo que eu chamava de amigo. “Eu deveria estar treinando”, mas meus pensamentos sempre se desfaziam ao olhar para esse restaurante e principalmente por pensar o quanto não seria divertido sair para treinar, afinal fazia tempo que eu não usava minhas luvas avermelhadas para acabar com algum bêbado fazendo coisas erradas, ou então salvar alguma mocinha indefesa. Suspirei abrindo a porta velha de madeira e fui até a cadeira atrás do balcão pretendendo esperar pelo resto da manhã algum cliente, e talvez, sair para fazer algo divertido e ajudar alguns comerciantes azarados.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TwoStar_Magnum

avatar



MensagemAssunto: u   Sex Jan 22, 2016 9:58 pm

Narração: A Loja



Era manhã em Aura, a rua estava bem movimentada mas estava um clima estável, o comércio por perto da loja de minki estava bem agitado, mas ninguém ligava para seu restaurante velho e abandonado, á muito tempo ninguém passava por lá para beber um copo de cerveja e minki estava triste com isso, seu desejo era sair e treinar, em vez de ficar naquele restaurante caído, Minki pensava com ela mesmo: "Eu deveria estar treinando” e era aquilo que ela realmente queria.

Aliás fazia tempo que minki não usava suas lindas luvas vermelhas para expulsar bêbados e brigões,Ela abriu a porta velha e ficou esperando alguma novidade, ali sentada na frente dos balcões.

Pela porta um rapaz de bom porte, com cabelos negros e uma ótima roupa entrava pela porta e via minki ali parada e triste, ele se aproximou e sentou em frente a ela. - Me vê dois copos de cerveja, da melhor que tiver - e assim ele jogou quatro moedas de ouro na frente de minki.

Oque ela faria no momento? aquele rapaz havia pedido, ela precisava atende-lo?


Situação:
 

Off::
 

Citação :
Legenda:
- Fala Npc(Rapaz)
"Pensamento Personagem(Minki)"
Narração


- Somente me deixe explicar... "A espada cravava em seu pescoço enquanto seu sangue descia pela lamina."



   
   
   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Sab Jan 23, 2016 10:28 pm

A liberdade que o ouro proporciona


Ainda sentada, eu me entediava olhando cada canto do restaurante, até que o som de passos se aproximando seduziram minha atenção, era um homem de cabelos negros, usando ótimas roupas, “Será um nobre?”, ele sentou-se e disse.- Me vê dois copos de cerveja, da melhor que tiver. – Me lançando quatro moedas de ouro. Eu jamais negaria o pedido de um cliente, “mas por que alguém tão elegante está por aqui?”.
Esperaria ele se acomodar totalmente, levaria os dois copos de cerveja e lhe serviria com muito cuidado, lançando um olhar curioso, sentaria um pouco afastada, mas o suficiente para manter um bom tom e lhe perguntaria em um tom gentil. – O senhor está de passagem por Aura? Como chama-se? – Esperando uma resposta simples.
Minha concentração fixa em um ser humano não demoraria a acabar, já que as coisas a minha volta conseguiriam tirar de varias formas diferentes minha atenção e também, depois de ter um cliente, o primeiro e provavelmente único da semana inteira, já não precisava mais me preocupar com os impostos, deixando-me livre para fazer o que estou planejando a muito tempo - mas sempre recuo - honrar minha família de Animorfos, “talvez eu seja fraca de mais para isso”, porém esse era o único objetivo que papai mantinha, mesmo depois de tudo, até mesmo de vender-me. E agora é também meu único objetivo.
Entretanto, mesmo querendo bater em alguns furtadores e viajantes mal intencionados, isso com certeza não seria uma grande evolução em um treinamento, e muito menos me daria grande experiência. Buscaria alguém superior que pudesse me dar o devido treino, e soubesse tanto de luta quanto papai, pela rua principal de Aura seria fácil ter bons contatos usando toda minha gentileza e carisma para conseguir atenção, ou então poderia até mesmo tentar conhecer o homem de roupas belas, o cliente que apareceu-me repentinamente com seus cabelos negros, até porque um rapaz tão nobre deveria ter mais contatos que qualquer comerciante das ruas movimentadas de Aura.
Se sua primeira resposta fosse amigável, eu perguntaria logo depois, em tom sutil – O que o senhor faz?

Citação :
Narração
"Pensamento" (Minki)
- Fala (Minki)
- Fala (NPC-Rapaz)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TwoStar_Magnum

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Sab Jan 23, 2016 11:45 pm

Narração: O Real



“Será um nobre?” era o que minki pensava ao ver aquele rapaz adentrando a loja, - Me vê dois copos de cerveja, da melhor que tiver. – o rapaz dizia após se sentar, porém a garota ainda pensava “mas por que alguém tão elegante está por aqui?”.

Ela colocava a cerveja ainda um pouco atenta para o rapaz, este que apenas pegava um copo e começava a beber, ainda se assentando longe dele. Antes da pergunta dela, ele falava para ela: - Comprei duas porque uma eu paguei para você - Ele empurrava o copo para ela e assim ela perguntava para ele – O senhor está de passagem por Aura? Como chama-se? – e Ele respondia : - Edric , mas não, sou um soldado do exercito real, estou investigando algo na área e quis dar um tempo -.

Ela sempre perdia o foco ,mas prestou atenção em cada palavra daquele rapaz, ela então pergunta: – O que o senhor faz? - E ele respondeu: - A proteção da cidade, isto é minha tarefa - e logo ele se levantava, estava na hora de voltar ao trabalho, então ele simplesmente olhou pelos ombros e disse: - Tem muito trabalho? preciso de uma pequena ajuda se puder é claro - Ele saia pela porta deixando ela se decidir

Oque ela pegaria, sairia de vez? e a loja, oque ela faria agora?


Status:
 

F/S/C:
 

Edric:
 

Citação :
Legenda:
- Fala Npc - (Edric)
- Fala Personagem - (Minki)
"Pensamento Personagem"(Minki)
Narração


- Somente me deixe explicar... "A espada cravava em seu pescoço enquanto seu sangue descia pela lamina."



   
   
   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Dom Jan 24, 2016 5:09 pm

Seguindo um rapaz bonito


Sentada eu analisava o rapaz a minha frente, eu havia o servido com dois copos de cerveja, o que era um pedido normal para a maioria dos bêbados que eu encontrava nesse restaurante, mas para minha surpresa ele diz - Comprei duas porque uma eu paguei para você – Ele me empurrou um dos copos e me aproximei desconfiadamente da bancada, me sentando paralelamente a ele, dando um gole na cerveja que me ofereceu, e curiosamente perguntei sobre ele - O senhor está de passagem por Aura? Como chama-se? – e aos meus olhos ele não se impressionou com a pergunta, apenas respondeu - Edric, mas não, sou um soldado do exercito real, estou investigando algo na área e quis dar um tempo -. Um soldado do exercito real? Isso era fascinante, sempre admirei o exercito, e ser amiga de um soldado era uma grande oportunidade para uma pequena aprendiz, e julgando pela cerveja que estou bebendo, ele interessou-se por mim.
O rapaz chamava-se Edric, mas saber apenas seu nome não era o suficiente para me fazer acreditar em suas palavras completamente, até por quê, muitos pirados passam pelas ruas de Aura a procura de garotas para se aproveitar, e uma moça tem que estar preparada, pois se ele fosse um desses pervertidos enganadores minha única escolha seria, obviamente, ”Vou ter que correr bastante, vai saber quantos pervertidos esse cara tem contato”.
Entretanto seria melhor conhecer ele mais, antes de julga-lo, pensei em perguntar sobre sua vida, mas talvez isso fosse muito pessoal, então perguntei – O que o senhor faz? – Não demorando a responder, ele disse - A proteção da cidade, isto é minha tarefa. – Me surpreendendo pela sinceridade em suas palavras, e apesar de eu ter minhas duvidas, já passava a acreditar que o senhor Edric era um bom moço, protetor de Aura e soldado da guarda real.
Ele levantou-se me fazendo sair de meus pensamentos e voltar a encara-lo enquanto arrumava-se para sair, ele lançou um olhar para mim, que me pegou de surpresa, e falou - Tem muito trabalho? Preciso de uma pequena ajuda se puder é claro. – Eu pisquei, estava sendo convidada para fazer exatamente o que eu queria, ajudar, e contando que ele é um soldado, com certeza seria um bom treino, mas ainda assim, a duvida de confiar em um desconhecido pulsava em meu corpo.
Edric andava para o lado de fora de meu restaurante, e eu ainda sentada como uma boba refletindo sobre um homem, suspirei, e levantei velozmente, eu poderia apenas esquece-lo e fazer uma busca por alguém de confiança, mas a curiosidade sobre o rapaz de cabelos negros e seu trabalho era maior que qualquer coisa dentro de mim, então eu corri até a porta, encostei-a sem trancar, pois todo meu ouro estava comigo, e conhecendo meu restaurante abandonado, ninguém iria tentar rouba-lo.
Já estava do lado de fora do restaurante, olhei de um lado para o outro, até encontrar o rapaz de roupas elegantes que se destacava pela multidão de – principalmente – comerciantes, eu poderia gritar por seu nome, para que me esperasse, mas me calei e apenas apressei o passo, seguindo-o ligeiramente perto, a cada passo que nós dávamos, minha atenção se puxava para algo diferente, observava a rua, as pessoas, as residências e comércios que eu já conhecia por morar toda minha vida em Aura, mas continuava a andar na direção de Edric.
Seu trabalho era fazer a proteção da cidade, então provavelmente nós iríamos a procura de algum meliante desrespeitando as leis, ou algum monstro rebelde que estava perturbando por ai, e em ultimo caso, nós ajudaríamos uma velhinha a vender em sua loja de frutas. Mas em todas as possibilidades eu seria obediente e faria o que ele pedisse, analisaria a situação a princípio e observaria as decisões de Edric para saber o que fazer, afinal quando se tem um soldado do exercito real a sua frente, não da pra simplesmente ignorar.
Quanto mais eu andaria totalmente calada, mas minha vontade de falar com ele aumentaria, “Talvez o caminho seja longo”, ansiosa, tomaria coragem e perguntaria – O que vamos fazer senhor Edric?

Citação :
Narração
Pensamento (Minki)
Fala (Minki)
Fala (Npc - Edric)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TwoStar_Magnum

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Seg Jan 25, 2016 12:07 am

Narração: As Musas do Vento



O Rapaz esperava a moça, ela tinha sido bem indecisa ao escolher se ficava ou ia, mas após uma hora de espera, ela saia pela porta com tudo que podia pegar e se aproximava do rapaz um tanto distante, já que ele era um desconhecido, e ele notava isso.

Ela então pensava, “Talvez o caminho seja longo” ansiosa, tomaria coragem e perguntaria – O que vamos fazer senhor Edric?. Ele não poderia contar tudo para ela, era algo secreto no qual ele já estava envolvendo aquela garota que se sentia sozinha a muito tempo, Ele somente olha nos olhos dela e dizia: - Minha missão é encontrar musas do vento, que são uma espécie de fada do vendo, que vive no ar, atualmente vários homens tem desparecido após relatos de cantos harmoniosos na vila, por isso vim pedir para uma garota me ajudar, no caso você - Ele dizia com um pouco de preocupação por estar colocando alguém como aquela garota em assuntos do reino.

Ele Somente vira o rosto e segue em direção á saída da cidade, mas antes, para em uma loja de armas e adentra juntamente de minki, lá ele se dirige ao vendedor carismaticamente, dizendo: - Me consiga uma adaga básica -, o vendedor ia até sua estante de vidro e retirava uma adaga nova e bem afiada, ele trás ao rapaz e entrega, logo pegando o dinheiro. - Aqui e volte sempre- Dizia o vendedor bem humorado, assim o jovem rapaz saia da loja e do lado de fora virava para minki.

- Nâo quero que se fira, por isso use com inteligência e astucia, não se preocupe com o preço, se tudo der certo, terá valido cada centavo - Ele sorria mostrando seus lindos dentes brancos e continuava andando saindo pelo portâo da cidade em direção aos campos, que ao se aproximarem começava a uivar mais forte, os ventos se tornavam mais forazes e logo um belo canto, era ouvido por ambos os dois, no momento Ethan caiu em um transe e imediatamente começou a caminhar em direção as florestas por ali.

Oque Minki faria, ela está diante do canto das musas do vento? ou será alguma espécie de armadilha, aliás oque ela sabia dessas tal musas? poderia ser verdade?, cabia a minki pensar e decidir.


Status:
 

F/S/C:
 

Adaga Básica:
 

Off:
 

Edric:
 

Citação :
Legenda:
- Fala Npc(Edric)
- Fala Personagem(Minki)
- Fala Npc(Vendedor)
"Pensamento Personagem"(Minki)


- Somente me deixe explicar... "A espada cravava em seu pescoço enquanto seu sangue descia pela lamina."



   
   
   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Ter Jan 26, 2016 6:29 pm

O que me espera?

Nós caminhávamos para saída da cidade, eu perguntará para ele o que iríamos fazer, afinal de contas minha curiosidade sobre o soldado Edric ainda martelava meus neurônios, e estranhamente ele me respondeu, talvez formal e preocupado de mais para meu gosto. - Minha missão é encontrar musas do vento, que são uma espécie de fada do vendo, que vive no ar, atualmente vários homens tem desparecido após relatos de cantos harmoniosos na vila, por isso vim pedir para uma garota me ajudar, no caso você –. Arregalei os olhos, havia lido sobre essas musas a muito tempo em um dos livros nobres de Aura, não lembrava-me de como neutraliza-las, mas sabia que elas eram muito perigosas para homens por seu canto, como ele mesmo disse, são cantos harmoniosos, e eu com certeza seria útil para uma missão assim, “Mas por que eu?”.
Nós estávamos quase saindo da cidade quando Edric começou a direcionar-se para um comercio de armas local, “Talvez sua arma tivesse quebrado”. E como pensei, ele se dirige ao vendedor de forma carismática e lhe diz. - Me consiga uma adaga básica. –. O vendedor lhe entregou, gentilmente e pegou o dinheiro que o jovem colocará na mesa, respondendo bem humorado. – Aqui e volte sempre -.
Edric virou-se para mim, talvez fosse me ensinar o que fazer nessa batalha, mas para minha surpresa ele entregou-me a Adaga básica. - Nâo quero que se fira, por isso use com inteligência e astucia, não se preocupe com o preço, se tudo der certo, terá valido cada centavo. –. Eu sorri e ele retribuiu com seus lindos dentes brancos, mesmo sabendo que depois que tudo tivesse acabado eu teria que pagar por isso. – Obrigada Edric, é gentil de sua parte –. Logo voltamos a caminhar para o campo do lado de fora dos portões, e eu não deixei de segui-lo, ouvindo os ventos que cada vez ficavam mais intensos a nossa volta, e até mesmo apavorantes até certa parte do campo.
Uma bela melodia soou em nossos ouvidos, parecia um canto suave e conquistador, mas não era nada que não pudesse ser ignorado por mim, apesar de minha curiosidade por esse som eu sabia que estávamos em uma missão, não podia me distrair, “Droga, eu me distrai”. Olhei em volta a procura de Edric que deveria estar do meu lado, mas logo o encontrei caminhando na direção da floresta, a alguns metros de distância de mim, “Realmente ele havia sido seduzido? Homens sempre tão despreocupados.”.
Eu não podia deixar ele simplesmente adentrar para floresta e ser comido ou seja la o que essas Musas do Vento fazem com os homens, mas eu não poderia deixar ele partir assim, então eu correria até ele  e o empurraria, coisa que não deve ser muito difícil devido a sua alucinação constante, e se ele caísse no chão, socaria seu rosto tão forte que sua consciência seria levada tão rápida quanto o vento que passava pelo campo nesse instante, caso ele não caísse no empurrão só socaria seu rosto alienado mesmo. - Desculpe, mas fique ai -. Enquanto Edric estivesse desmaiado eu analisaria a floresta a minha frente, pela direção que ele andava certamente o canto vinha de lá, e mesmo que eu não devesse me envolver tanto em uma investigação, eu tinha uma responsabilidade com o soldado, e também não poderia negar que minha curiosidade por conhecer uma musa do vento apenas aumentava.
Eu adentraria pela floresta, tentando manter o foco na mesma direção que Edric caminhava, sempre olharia para cima, já que ele havia dito que são como fadas que vivem no ar, e estaria atenta a qualquer barulho diferente ao meu redor, pois poderia ser algum monstro nada fácil de lidar, e bem diferente de uma Musa do Vento, além de que eu não conhecia a floresta que entraria, então não poderia me distrair com o caminho.

Citação :
Narração
Pensamento (Minki)
Fala (Minki)
Fala (NPC - Edric)
Fala (NPC - Vendedor)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TwoStar_Magnum

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Ter Jan 26, 2016 7:56 pm

Narração: As Musas



O Rapaz havia ficado hipnotizado e minki não pensava duas vezes, ela ia para a frente dele e o derrubava, ela o socava forte para que ele apagasse completamente.

Ela ainda um pouco preocupada com ele, é forçada a cuidar de tudo sozinha, ela começa a caminha pela floresta que era bem dificil de andar, era uma floresta densa, e a cada passo minki ficava mais cansada e certa vez até se cortou, nada demais, mas logo ela via um caminho de terra, um caminho de terra livre de arvores apertadas, mas que levavam para um lago, não muito fundo mas cheio de lodo e uma pedra gigante no centro. Minki apenas percebia três belas moças nessa pedra, todas as três haviam cabelos parecidos, eram ventos que estavam soprando parado e visível.

A que estava no meio apenas olhou para minki e disse: - Quem és tu, ridícula? - As outras duas desapareceram em um segundo, minki começou a sentir frio em sua pele e logo uma das que sumiram, aparecia no lado esquerdo, sussurando para minki: - Sinto medo em sua alma, ou será que está gostando de alguem - E ela sumia novamente.

Após algum tempo, em seu lado direito, outra aparece e sussura para minki: - Cadê aquele rapaz, tão belo que estava com você, te deixou foi? - e ela desaparecia igual a outra. Logo após isso, as duas reapareciam em cima da pedra, ao lado da primeira que falou. Assim a do meio disse para minki: - Sou Kasandra, a Mais velha - E ela desaparecia. A da esquerda disse: - Sou Sandra, a Segunda - . E por fim a da direita disse: - Sou Indra, A mais nova - E sumia assim como as outras.

Minki bem assustada apenas suspira pensando que foram embora, mas ela é empurrada para a frente por uma forte ventania, minki mergulhava na água imunda do lago e quando se levantava, Percebia Kasandra em sua frente, pronta para a batalha.

Minki iria ter de enfrentar uma por uma para poder ganhar um ótimo reconhecimento por seu feito, mas a luta seria dificil, e somente restava aquela arma que havia ganhado que lhe ajudaria no momento? oque minki faria agora?


Status:
 

F/S/C:
 

Adaga Básica:
 

Status Musas:
 


Citação :
Legenda:
- Fala Kasandra(Npc)
- Fala Sandra(Npc)
- Fala Indra(Npc)
Narração[/color]


- Somente me deixe explicar... "A espada cravava em seu pescoço enquanto seu sangue descia pela lamina."



   
   
   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Qui Jan 28, 2016 6:34 pm

Qual a sua fraqueza?

Eu me deparava com algo assustador, lá estava eu encarando três monstros manipuladores do vento, que flutuavam sobre uma pedra banhada por um tipo de lago nada limpo, elas eram bonitas, mas meu corpo não deixava de tremer ao olha-las, sem saber qual o seu poder, e muito menos o que fazer para derrota-las. Elas me avistaram, e eu me retraí, a do meio olhou-me e disse. – Quem és tu, ridícula? -. E em um piscar de olhos as outras duas moças haviam sumido, eu abri a boca para responder, mas logo um sentimento terrível me atingiu, minha pele gelou e um sussurro passou por me ouvido. - Sinto medo em sua alma, ou será que está gostando de alguém. – Desaparecendo logo em seguida.
Olhei em volta assustada e achei melhor dizer algo. – Meu nome é Minki Green, e eu vim aqui pra... – Olhei para o chão, “Pra morrer”. – Pra matar vocês, seus monstros comedores de homens –. A minha direita ouvi outro sussurro logo depois, perguntava. - Cadê aquele rapaz, tão belo que estava com você, te deixou foi? – Desaparecendo completamente, olhei em volta perdida com aquelas mudanças repentinas, e em um pulo as três estavam de volta a pedra, a do meio falou. - Sou Kasandra, a Mais velha. – E desaparecera, era vez da musa da esquerda se apresentar. - Sou Sandra, a Segunda. – Sumindo, e por ultimo a da direita. - Sou Indra, A mais nova – E as três abandonaram minha visão.
Suspirei pensando que talvez elas me deixariam em paz, mas ainda sentia meu coração batendo rápido de mais, e minha segurança deixando-me a cada segundo. Em um susto os ventos da floresta pareciam se rebelar contra mim, e empurraram meu corpo contra água imunda do lago, nadei desesperadamente para subir e conseguir sair do lago, coberta de lama e lodo, olhei em volta, e só pude ter a assustadora visão de Kassandra pronta para um desafio, um desafio comigo.
Chacoalhei meu corpo para tirar um pouco da sujeira do lago, e encarei Kassandra. – Nós temos mesmo que lutar? – Perguntei com um tanto de medo, porem se fosse apenas a mais velha por agora não seria tão difícil assim, eu tinha chances, “Mas como vou socar alguém que vira vento?”. Pegaria a adaga básica que Edric me presenteara e ficaria em posição de defesa, para testar minhas hipóteses, talvez eu pudesse feri-la em um momento desatento em que ela não se misture com o vento, ou talvez eu jamais poderia acertar ela com algo pontudo, ou meus próprios braços, o que me restava era testar.
Levaria a adaga na minha mão direita e manteria ambas as mãos levantas para tentar me defender até saber de que tipo de golpe a Musa utilizaria, ela estava diante de mim, mas poderia se locomover a qualquer momento, então eu ficaria atenta a sua movimentação e a movimentação do vento para não ser pega, e quando tivesse uma chance de soca-la ou passar rapidamente a adaga por seu corpo eu não perderia tempo e avançaria.
E apesar de querer atacar, também prestaria atenção em suas ações, tentaria me defender de suas possíveis investidas, se ela lançasse o vento contra mim eu me manteria estável – já que desviar de golpes rápidos é um tanto complicado para mim -, ela não parecia ser tão forte para conseguir me derrubar com qualquer manipulação comum, então eu me manteria firme a procura de suas fraquezas, para derrota-la. “E derrotar suas irmãs com certeza”.
Esperaria atenta por seus ataques previsíveis para agilmente desviar meu corpo de forma segura, e não perderia nenhuma oportunidade de atingi-la com a minha adaga, ou até mesmo, meu punho esquerdo que estaria sempre preparado para pega-la desprevenida, procurando de todas as formas um ponto ou momento bom para tentar causar dano. Caso me acertasse violentamente, a ponto de me fazer cair, eu iria ajuntar um tanto cabível de terra em minha mão e me posicionaria novamente de pé pronta para dessa vez contra-atacar atirando a terra nela, assim testando se ela pode ser atingida com coisas como essa.
Citação :
Narração
Pensamento - Minki
Fala - Minki
Fala - Kassandra
Fala - Sandra
Fala - Indra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TwoStar_Magnum

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Qui Jan 28, 2016 9:13 pm

Narração: A Fraqueza



Minki se chacoalhava para retirar o grosso da sujeira, algo que funcionou a deixando mais livre, poderia até atrapalhar aquelas algas em seu corpo, mas ela fez e estava livre para a luta, com sua pequena adaga na mão pronta para o combate.

– Nós temos mesmo que lutar? – Minki tentava convencer a musa, que vacilou por um minuto dizendo: - Bem, podemos conversar - e logo ela balançava a cabeça e voltava atrás: - Somente se você morrer, ai poderemos conversar ou não - e ela atacava minki, com pequenas navalhas de vento que cortaram varias partes da roupa de minki, mostrando sua pele branca e frágil.

Minki se recuperava e ajeitava sua adaga na mão direita e levantava suas mãos na tentativa de defesa, neste momento a musa começou a expirar o vento na área, minki percebia que a barriga da musa brilhava e por um instante se tornou real, mas logo voltando a ser vento e a musa soprando com toda força possivel, fazendo minki bater as costas na pedra no centro do lago e logo em seguida afundar novamente na água imunda daquele lago.

Minki era puxada para cima por um redemoinho e jogada na areia novamente, minki se levantava fraca mas apenas notava que a musa faria novamente, e sem perder tempo, cravava sua espada no ventre da musa.

O Grito era insurdecedor, as arvores se moviam com mais força, minki havia acertado o ponto fraco e a musa havia perdido o dobro do hp, mas logo sumia e aparecia flutuando no centro do lago olhando irritada para minki, neste momento minki não possuiria mais chance de convence-la a não lutar.

Minki era puxada e jogada para o chão, e não conseguia mover suas pernas, quando percebe que as duas irmãs seguravam as pernas de minki, minki então pega um pouco de areia e logo quando a musa tenta dar um soco transformando sua mão em real, minki lança a areia na musa que fica cega instantaneamente, e logo voltando a ser real, em frente a minki.

Oque minki faria? a musa estava real em sua frente porem minki estava sem movimentação nos pés, apenas poderia utilizar suas mãos, e sua adaga caida ao seu lado poderia ser util para finalizar aquela musa... Oque fazer?


Status:
 

F/S/C:
 

Adaga Básica:
 

Status Musas:
 

Citação :
Legenda:
- Fala Kassandra(Npc)
- Fala Minki(Personagem)
Narração


- Somente me deixe explicar... "A espada cravava em seu pescoço enquanto seu sangue descia pela lamina."



   
   
   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Sab Jan 30, 2016 8:45 pm

Eu não quero correr

Eu estava jogada no chão, presa pelas pernas pelas duas irmãs menores de Kassandra, “não basta eu não conhecer o terreno?”. Mal podia me mover, mas ainda tinha minhas mãos e o chão, isso é, a areia do chão, peguei-a em um punhado e preparei-me para quando a musa fosse me atacar, joguei a areia em sua direção a cegando, ela estava agonizando em sua forma atingível, e eu não podia perder tempo, apesar de ainda estar com as pernas presas, minhas mãos estavam livres.
Eu pegaria a adaga rapidamente, ela estava ao meu lado então eu poderia alcança-la, mas não podia perder tempo, então avançaria minha mão direita em linha reta concentrando toda minha força e alcance em seu ponto fraco com a adaga enquanto estava atingível, e logo depois se a acertar giraria algumas vezes para tentar machucar mais, tiraria a adaga de seu corpo com velocidade e giraria meu corpo com a arma para baixo, posicionada para cortar as “mãos” que me prendiam, “se podem me tocar, elas podem ser tocadas”, e levantaria afastando-me um pouco para olhar em volta para analisar minha situação.
Se Kassandra ainda estivesse em sua forma atingível depois de sofrer pelo meu golpe eu pularia em sua perna e a puxaria para terra, caso ela já estivesse em sua forma normal, esperaria outro ataque da mulher, e caso esse viesse diretamente, algo físico como um soco, eu desviaria agachando-me rapidamente e revidando com meu punho esquerdo, diretamente subindo com velocidade em seu ponto fraco, e em defesa de um chute, ou ataques pelo chão, me esquivaria para o lado contrario, e revidaria tentando um ataque com minha adaga diagonalmente – sem me arriscar muito - enquanto ela recuperava sua forma inatingível.
Se ela me lançasse ondas de vento eu cravaria minha adaga no chão sem pensar duas vezes e me seguraria nela para não voar e me machucar, assim que o vento passasse eu arrancaria a adaga no chão e voltaria a focar Kassandra. Se ela me lançasse ataques mágicos visíveis eu iria me focar neles para saltar para o lado direito, e enquanto desviaria tentaria lançar a adaga em seu ponto atingível, me focaria para acerta-la durante sua vulnerabilidade e se não conseguisse um bom tempo e um alcance aceitável desistiria de lançar a adaga e apenas desviaria, esperando para fazer isso dar certo mais uma vez. E voltar a ataca-la em seus momentos frágeis.
Se as irmãs mais novas tentassem interferir ou as três se juntassem, eu desistiria de meus ataques assim que me livrasse de suas mãos e correria para dentro da floresta, usando minha mobilidade para fugir delas até sair do local, pelo caminho em que entrei, pegaria Edric desmaiado no chão e o levaria em meu colo para dentro da cidade, com a maior velocidade que eu pudesse me livrar dessas musas.

Citação :
Narração
Pensamento - Minki
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TwoStar_Magnum

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Dom Jan 31, 2016 8:23 pm

Narração: Bye Musas



Minki estava presa pelas pernas, mas com as mâo soltas, ela acertou a barriga da musa que gritava incessantemente, minki girava e aumentava seu dano(+1 de dano), ela então rapidamente corta as mãos das outras musas e se levanta olhando a situação.

A Musa estava flutuando, mas em forma aparente, as irmãs gritavam também e choravam ao mesmo tempo, ambas as duas estavam feridas e sem as mãos, teriam de lutar com magia, elas então sumiam e Kassandra olha em fúria para minki - Sua Pirralha, como ousa ferir as deusas do vento, iremos arrancar cada parte de seu corpo até não restar nada - Ela dizia para minki.

Minki corria e puxava a dama para a terra, quando ela encostou, um tornado apareceu e por sorte, minki cravava sua adaga no chão a evitando voar e se machucar, o tornado foi sumindo como uma broca, quando acabava, Kassandra havia sumido, ou melhor, sido derrotada.

As musas mais novas voltavam, seus olhos em furia e inchados por chorar ainda estavam no rosto, Sandra então disse - Seu Pirralha, você matou Kassandra, se quer viver, vá embora, não vamos mais pertubar ninguém dessa cidade, estamos de partida mas saiba, que mesmo que paremos por aqui, ainda estaremos em outro lugar, matando para nos alimentar, agora vá, volte para seu homem - Ela dizia abraçando a irmã mais nova que não parava de chorar e ambas sumiam deixando somente minki por ali e muita destruição.

Oque minki faria agora? estava sozinha e as musas já haviam sumido.


Status:
 

F/S/C:
 

Adaga Básica:
 

Status Musas:
 

Citação :
Legenda:
- Fala Kassandra(NPC)
- Fala Sandra(NPC)
Narração


- Somente me deixe explicar... "A espada cravava em seu pescoço enquanto seu sangue descia pela lamina."



   
   
   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Seg Fev 01, 2016 8:58 pm

Alo Edric!



A luta para mim acabou sendo mais fácil do que eu poderia pensar, derrotei Kassandra a fazendo ser sugada pela terra e as suas irmãs correram com medo, agora sem as mãos que eu cortei brutamente com a adaga, e por sorte eu estava me sentindo muito bem, tirando essa dor nas costas que me incomodava a cada movimento.

- Eu definitivamente odeio musas. – Sussurrei para mim mesma.

Eu olhei em volta, a floresta parecia ter sido devastada pelo vento, quem dera fosse só isso, mas agora havia acabado, então eu poderia sair dali. Eu andaria para fora da floresta, pelo mesmo caminho em que entrei, apesar de minha distração, olhando por tudo, eu reconhecia varias partes por suas cores e profundidades, eu me animava a cada segundo que percebia estar mais perto, e quando saísse eu olharia em volta a procura de Edric, que deveria estar deitado no chão do campo, ou melhor desmaiado.

Caso ele estivesse deitado eu ajoelharia ao seu lado e seguraria sua cabeça com as duas mãos, e falaria.

- Senhor Edric, acorde por favor. – Em um tom calmo.

Eu não ficaria em pânico caso ele não abrisse os olhos tão rápido, apenas notaria se ele está respirando, e como ele deve estar – porque o soco não foi tão forte assim – eu sentaria ao seu lado e apoiaria a sua cabeça em minhas coxas, afim de deixa-lo mais confortável do que em um campo cheio de formigas, e esperaria que ele acordasse, afinal “Não posso deixar um homem que eu mesmo fiz desmaiar, sozinho no mato”.

Assim que ele acordasse eu olharia sorridente para seu rosto marcado pelo meu soco, e diria carinhosamente.

- Bom dia, está tudo bem agora. – E assim que ele respondesse, eu esclareceria calmamente a situação para ele. – Eu acabei entrando sozinha na floresta, encontrei o nosso problema, eram três Musas do Vento, e acabei derrotando-as, mas só pude fazer isso graças ao seu presente, obrigada.

Caso eu o encontrasse e ele não estivesse respirando, eu tentaria fazer respiração boca a boca até ele respirar novamente, e se ele não respirasse correria para dentro da cidade e procuraria a ajuda de pessoas fortes o suficiente para carrega-los, ou de algum medico que estivesse a vista, e os levaria até onde Edric estava.

E se eu saísse da floresta e não encontrasse Edric, eu caminharia até a cidade a procura de seus cabelos negros brilhantes, olharia com atenção os locais e tudo mais para encontra-lo, e se ainda não o achar pelas ruas, perguntaria para algum comerciante da área:

- Um rapaz bem vestido de cabelos negros passou por aqui?
Citação :
Narração
"Pensamento" (Minki)
- Fala (Minki)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
TwoStar_Magnum

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Qua Fev 03, 2016 11:56 pm

Assim minki apenas retornou ao campo de antes, e Edric estava acordado, sentado na grama querendo saber oque aconteceu.

- Bom dia, está tudo bem agora. – Minki dizia seguindo por Edric - Oque aconteceu? - E minki respondia – Eu acabei entrando sozinha na floresta, encontrei o nosso problema, eram três Musas do Vento, e acabei derrotando-as, mas só pude fazer isso graças ao seu presente, obrigada.

- Você contra 3? Bem, dificil de acreditar mas pelo que vejo e escuto, parou mesmo - E Edric levantava com ajuda de minki, ele olhou para ela e disse - Vou acreditar em você, confiar em uma garota linda como você foi a melhor escolha - Ele disse enquanto sorria feliz para minki

Assim ambos voltaram para a cidade, Edric levou minki para um guarda que curou ambos com magia, Edric teve de se explicar ao comandante e logo quando terminou, correu para ver se minki estava se sentindo melhor.

- Como está, te trataram bem? - Ele estava suado, mas ainda exalava um cheiro ótimo, e pela cara do rapaz, ele havia corrido bastante para encontrar minki - Ah, e por acaso, quer se tornar minha parceira?, não deixaram ainda você entrar para o exercito mas se me ajudar, tenho certeza que mudarão de idéia -

Oque minki faria?


Status:
 

F/S/C:
 

Adaga:
 

Edric:
 

Citação :
Legenda:
- Fala Edric
- Fala Minki


- Somente me deixe explicar... "A espada cravava em seu pescoço enquanto seu sangue descia pela lamina."



   
   
   
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Qui Fev 04, 2016 10:34 am

Prosseguir


Avistei Edric sentado assim que sai da floresta, ele estava acordado, mantinha-se sentado na grama, com uma expressão confusa. Então rapidamente me aproximei, e expliquei o que havia ocorrido para ele, que não ligou para meu soco, e invés de sentir-se bravo, acabou acreditando em mim, e me elogiando.

- Vou acreditar em você, confiar em uma garota linda como você foi a melhor escolha.

Ele sorriu, e eu retribuí o sorriso um tanto envergonhada. Começando nossa caminhada em direção da cidade, eu o segui até um guarda que curou-me, e logo depois curou Edric. Ele acabou indo se explicar para o seu comandante, “O seu superior eu acho”, e me deixou sozinha, mas logo quando terminaram, ele correu até mim, e com um tom preocupado perguntou:

- Como está, te trataram bem? – Ele cheirava bem, mesmo que estivesse suado por ter corrido até mim.

- Estou me sentindo ótima. – Respondi sorrindo, ignoraria a dor nas costas que sentia, ele já tinha muitos problemas pra se preocupar. – Mas gostaria de ir a algum lugar para descansar.

- Ah, e por acaso, quer se tornar minha parceira? Não deixaram ainda você entrar para o exercito mas se me ajudar, tenho certeza que mudarão de ideia.

“Eu não posso negar, o exercito é uma grande oportunidade, e estar com Edric me faz muito feliz, pode ser uma boa aventura.”

Suspiraria, enquanto olharia para os lados, distraída, logo voltando ao assunto principal em minha mente. Ser ou não ser parceira de Edric? A resposta já estava clara para mim, então eu olharia para ele firmemente, e falaria em um tom gentil:

- Eu gostaria de ser sua parceira.

E então esperaria sua resposta, mas de qualquer maneira eu tinha que devolver o seu presente, então eu pegaria a adaga básica que me dera, e entregaria para ele, feliz por ter feito bom uso, diria:

- Obrigado por me emprestar, agora desejo muito um bom sono, e gostaria de comer também, quer vir? – Esperando que fossemos juntos.

Eu me direcionaria para algum possível restaurante por perto, pois já estava cansada de comer a mesma comida de sempre, e me sentaria delicadamente para não fazer bagunça, e assim que a atendente se aproximasse eu pediria:

- Um grande prato de macarrão com molho de tomate, e um copo de limonada. – E comeria sozinha, quando chegasse.

Se Edric viesse comigo, eu esperaria ele sentar-se e pedir sua comida, observaria seus lindos cabelos negros, e então começaria uma conversa casual, perguntaria:

- Então, o que disse ao seu comandante?
Citação :
Narração
"Pensamento" (Minki)
- Fala (Minki)
- Fala (NPC-Edric)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Minki

avatar



MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   Dom Fev 07, 2016 7:34 pm

Edric, sim ou não?

Ele havia pedido uma refeição simples enquanto eu esperava receber uma porção bem grande de macarrão, o que era comum pra mim. Meu olhar sempre estava voltado ao seus cabelos, e após uma pergunta simples recebi o que eu poderia chamar de surpreendente, como resposta:

- Nada demais, ele apenas disse que as inscrições para o exercito já foram encerradas  hoje, se tivéssemos chegado um pouco mais cedo você estaria fardada agora... - Após uma pequena pausa Edric continuou a falar - Aposto que você ficaria linda de farda.

Eu sorriria, “O jeito que ele falou foi tão fofo”, queria responder algo, mas minha vergonha após o elogio me calou, então esperei os pratos chegarem e não demorei a começar a comer, com uma velocidade não muito educada, “Eu estou com fome, não me julgue”. E rapidamente eu acabei a comida, me ajustei na cadeira e fiquei observando o lugar enquanto Edric ainda não terminava de comer seu bife.

- Já tomou hidromel Minki? O gosto é ótimo quer experimentar um pouco? – Ele perguntou logo depois de terminar a sua parte.

- Claro. – Pegaria o copo que ele me ofereceu e levaria a boca, bebendo.

Ele virou-se para o garçom e lhe entregou algumas moedas de ouro, o que era suficiente para pagar nossas refeições, eu o olharia com uma expressão confusa logo depois de deixar o copo na mesa, “por que pagar a minha se eu tenho muito ouro para gastar?”

- Não deixarei a dama que salvou minha vida, pagar a refeição dela enquanto esta em um encontro comigo.

“Oh Deus, ele disse encontro! Nós estamos saindo? Eu deveria concordar?”

Respiraria para acalmar essa estranha sensação, e manteria meu temperamento calmo, não surtar era o primeiro passo para saber o que fazer. O encarei, eu salvei sua vida, ele realmente me deve, então não tem por que eu dar uma difícil, mas ainda assim ele merecia alguma coisa por sempre ser tão gentil comigo, ele me deu um treinamento, uma bebida, uma adaga e agora uma boa refeição.

Levantaria e me ajeitaria, batendo minhas mãos – com a luva – uma na outra e esperaria ele levantar também para começar a andar, e assim que o fizesse eu me colocaria ao seu lado para sairmos do local juntos, se ele precisasse fazer algo antes eu o esperaria, e enfim andaríamos juntos pela rua, mas eu não me distrairia dessa vez, quando encontrasse algum lugar escuro como um beco, ou a primeira coisa reservada que eu pudesse arrasta-lo carinhosamente, eu o puxaria pelo braço e o pressionaria contra a parede com meu corpo, me concentrando em seus olhos.

- Obrigado por tudo. – Sussurraria, e ignoraria qualquer pergunta caso ele fizesse, indo direto aos seus lábios com o meu.

Se ele aceitasse eu continuaria a beija-lo até perder o ar, se recusasse ou me parasse com grosseria enquanto o puxo, eu me afastaria e abaixaria a cabeça, olharia para meus pés e sairia correndo pela rua, até minha casa, logo depois de dizer um alto:

- Acho que já vou, desculpe.

Citação :
Narração
"Pensamento" (Minki)
- Fala (Minki)
- Fala (NPC-Edric)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Something Wicked [Tutorial]   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Something Wicked [Tutorial]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Tutorial][PT1] Criar um site - Layout
» [TUTORIAL] Como corrigir alguns erros da Hero Egnine
» [Tutorial] Como por novas armas no xas hero 3.91
» [Tutorial]Como Tirar o Erro: Script In Haging 4 Metodos[Tutorial]
» Tutorial Blender 3D - Modelando Terrenos.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Reino da Magia :: MUNDO :: Aura :: Aventuras-
Ir para: