InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Últimos assuntos
» [Parceria] Naruto Survival RPG
por Survival Dom Jun 18, 2017 3:43 pm

» ~REVIVE O FÓRUM ADM GOSTOSÃO~
por Archer Dom Jan 29, 2017 12:28 pm

» [parceria] Pokemon Imperial RPG
por misakichan Sab Dez 31, 2016 10:04 am

» [Parceria] RPG HAJIME NARUTO!
por Melkor Sex Set 23, 2016 4:02 pm

» [Parceria] Naruto SP
por Pawafuro Nara Seg Jun 20, 2016 5:52 pm

» Judeau Sinariel
por Judeau Sinariel Qua Abr 27, 2016 6:22 pm

» No Exit
por Hendrik Kaiser Sab Mar 26, 2016 7:19 pm

» [Parceria] Naruto - Eternal Ninja
por Illumi Seg Mar 14, 2016 12:17 am

» [Ficha] Brahma (EM PROGRESSO)
por Brahma Dom Fev 28, 2016 11:03 pm

» Petter — Template
por Hendrik Kaiser Ter Fev 23, 2016 6:31 pm

» Criação de Técnicas
por Drako Seg Fev 22, 2016 7:40 pm

» Que comece a caçada!
por GM.Dragon Dom Fev 21, 2016 7:48 pm

» Invasão de Aventuras
por GM.Dragon Sab Fev 20, 2016 9:05 am

» Cynthia Malick
por GM.Dragon Sex Fev 19, 2016 9:42 pm

» Cynthia Malick
por GM.Dragon Sex Fev 19, 2016 9:41 pm

Evento
A torre misteriosa



Progresso:
0/50
Boss:
Desc
Criaturas Abatidas:
0
Players Derrotados:
0
Bônus Atual:
50% EXP
Parcerias

















Pokémon RealForce

Pokémon RealForce
Fórum grátis Dragon Dreams


Compartilhe | 
 

  Whistles [Tutorial]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
ADM.Phelipe

avatar



MensagemAssunto: Whistles [Tutorial]    Dom Jan 03, 2016 6:23 pm

Whistles

Aqui ocorrerá a aventura de Elizabeth Romeo Gillies!



Objetivos: Entender a forma de jogar do RPG; fazer uso das primeiras magias criadas; dar vida à personagem e, alimentar-se de uma alma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
FirstSeason

avatar



MensagemAssunto: Re: Whistles [Tutorial]    Qui Jan 07, 2016 3:53 pm

Uma casca vazia.

"Vazia."

"Vazia."

"Vazia."

"O que eu era?". Todas os dias e noites eu me perguntava a mesma coisa, o que eu era, de onde vim, pra onde vou...?

"Vazia."

Era a resposta que minha mente me dava, como um sussurro ela chegava e respondia, mas como uma adaga afiada cortava-me o coração. Mas como eu sentia aquela dor se eu não sentia nada?

"Vazia."

Ela sempre me respondia.



Eu não tinha memória do que eu era, não me recordava de nada desde o dia em que abri os olhos em um beco qualquer de Aura sabendo que era um Espectro, um corpo vazio vagando pela cidade, sem propósito ou motivo aparente. As pessoas não sabiam da minha condição e não davam a mínima para minha presença, até passaram a chamar-me de "Moon Maid", por eu parecer uma empregada e sempre passear por Aura à noite. Passei alguns dias em uma mesma construção abandonada no centro de Aura, eu não sentia frio ou calor, sono ou cansaço, não sentia fome e, às vezes, não precisava nem me mover. Era uma condição memorável e interessante. Eu podia atravessar paredes, carros, objetos, tudo na minha forma intangível. Eu poderia ser uma deusa ou algo do tipo e os humanos...

"Patéticos."

Os sussurros responderam de imediato. Eles sempre respondiam. "Patéticos... Sim, inúteis.", pensei. Eu os observava com certo ar de desprezo, como poderiam ser tão ínfimos, sem nenhum poder, sem nada? Como conseguiam ser tão medíocres?

"Devore-os."

Parei um pouco para refletir sobre as palavras sussurradas em minha mente. Devorá-los? como? Eu não sentia fome, não sentia desejo de carne, o que eu deveria fazer com aquilo?

"Devore-os." "Devore-os." "Devore-os." "Devore-os."

E repetiam sem parar toda vez que um humano se aproximava do local onde eu estava. Então eu passei à evitar pessoas, não por causa do apelido, mas por causa das vozes. Toda vez que eu chega perto de uma pessoa elas insistiam em falar algo, mas eram tantos sussurros que eu não entendia o que queriam. Começava baixinho, mas com o passar das noites elas passaram à gritar, cada noite mais alto e ensurdecedor, como se estivessem tentando me obrigar à algo. Eu estava cansada delas, precisava fazer algo para mantê-las silenciadas.  Estava em uma construção no centro de Aura abandonada há décadas por conta de um incêndio e nunca fora reformada. Sempre gostava de passar minhas noites na cobertura da construção, banhando-me no luar prateado e solitário, ficando as manhâs dentro do prédio de quatro andares. Dali eu podia ver toda a movimentação da cidade, observando as patéticas vidas humanas passeando sob a luz da manhã.O Sol não era um problema, eu até gostava de sentir os raios solares atravessarem meu corpo, o problema eram os humanos que vinham com o amanhecer e as vozes voltariam ensurdecedoras mais uma vez. Eu não queria isso, não queria elas ecoando em minha mente, zunindo durante horas toda vez que me aproximava de humanos. Com o tempo, até quando animais se aproximavam elas sussurravam freneticamente, mesmo que eles preferissem não se aproximar de mim.

"Alimente-se. Já!", elas sussurravam sem parar.

Era mais uma manhã e eu observava a movimentação em Aura. Pessoas andavam de um lado para o outro, conversando, vendendo, tagarelando, fazendo planos, via-se de tudo na cidade. O cômodo em que eu estava era parecido com todos na construção de quatro andares na qual me encontrava. O ambiente estava tomado em cinzas, o papel decoratino nas paredes descascavam e mostravam a pintura original queimada, uma estante velha e queimada no canto direito do quarto mantinha vestígeos de objetos que um dia a enfeitaram, um beliche que um dia fora de madeira ficava no lado esquerdo, as molas do colchão da cama de cima ainda podiam ser vistas, o resto estava queimado e desfigurado demais para saber o que foram um dia. Estava observando bem o mundo pela janela do cômodo quando percebi algo entrando, um ser pequeno que parecia mancar. Poderia ser um dos inúmeros animais moribundos que vadiavam por Aura, sem muita importância ou perigo para mim.

"Alimente-se. Já!"

Sussurrou uma vez. Apenas uma vez. Eu já sabia o que deveria fazer, pelo menos já imaginava. Parecia natural para mim, um Espectro. Desci a escada para o térreo, onde encontraria o animal moribundo. No caminho, conjurei minha magia, Empty Dolls, chamando para mim 2 objetos pequenos, mas potencialmente letais. O primeiro era uma lasca de madeira pequena que foi reforçada ao ser envolvida por sombras; o segundo objeto foi uma tampinha de caneta que não parecia estar queimada, também foi envolta por sombras. Os dois objetos foram atraídos para mim e começaram à rodear meu corpo, como consequência da magia, enquanto eu descia as escadas até o térreo. Quando cheguei ao meu destino, stava pronta para atacar a presa moribunda e alimentar-me dela, sem nem saber o que eu comeria. Seria carne? Ou órgãos?

"Alma.", sussurraram.






Então parei de perguntar quem eu era para perguntar o que eu sou. A resposta veio de imediata, "Espectro...".


Última edição por FirstSeason em Sex Jan 08, 2016 12:24 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Whistles [Tutorial]    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Whistles [Tutorial]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Tutorial][PT1] Criar um site - Layout
» [TUTORIAL] Como corrigir alguns erros da Hero Egnine
» [Tutorial] Como por novas armas no xas hero 3.91
» [Tutorial]Como Tirar o Erro: Script In Haging 4 Metodos[Tutorial]
» Tutorial Blender 3D - Modelando Terrenos.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Reino da Magia :: MUNDO :: Aura :: Aventuras-
Ir para: